• miltonmalheirosoto

Filho de humildes trabalhadores rurais se torna conceituado no Brasil

Atualizado: Mar 26



Foi com muita determinação que um filho de trabalhadores rurais de origem humilde se tornou um dos médicos mais conceituados do país.

Milton Malheiros da Silva nasceu em uma família de sete filhos. De família muito humilde, filho de pai paulista e mãe nordestina, superou muitas dificuldades na vida. Seus pais, Paulino da Silva e Francisca Malheiros, migraram pro norte do Paraná pra trabalhar na lavoura do café pra conseguir sustentar a família.

Assim como a maioria das famílias pobres da região o garoto viveu uma infância difícil em termos de bens materiais. A casa onde morava não tinha conforto e nem sequer luz elétrica. A geladeira era a gás e a televisão movida à bateria.

Em contrapartida o lugar era cercado de flora e fauna. Podiam se beneficiar de tudo que a terra tinha de melhor em qualidade vida. E apesar dos poucos recursos teve uma infância maravilhosa.

Por causa da condição financeira da família não teve oportunidade de estudar muito. Aprendeu com os pais que a base de tudo são os valores como ética, honestidade, responsabilidade e perseverança. Seus pais sempre foram seu alicerce e seu maior exemplo. Seguindo seus ensinamentos conseguiu alcançar seus objetivos.

Nunca, em momento algum da sua infância seu pai participou de alguma atividade desonesta. O pai se orgulhava de nunca ter recebido a visita de algum cobrador ou ter se envolvido em problemas judiciais. Levava uma vida pacata sem bebidas em excesso e sem discussão com filhos ou esposa.

A adversidade da natureza veio interromper aquela tão pacata vida. Uma geada destruiu toda a plantação de café e a família se viu obrigada a mudar pra Sinop, município do estado de Mato Grosso na região Centro Oeste do Brasil.

Milton ainda muito novo trabalhava como açougueiro. Na época em que fazia estágio na inspeção federal, no Paraná, conheceu um veterinário e aprendeu praticamente tudo com ele. Foi assim que despertou o desejo de se tornar médico.

Determinado e muito esforçado em alcançar seu objetivo de estudar medicina decidiu se mudar pra cidade de São José do Rio Preto, São Paulo, onde pretendia fazer cursinho pro vestibular. Com poucos recursos foi necessário vender uma moto e um som que usava nos trabalhos em festas de jovens da igreja.

Escolheu o interior de São Paulo por ter um irmão que tinha negócios na região. O negócio que o irmão trabalhava acabou fechando e o jovem não tinha mais local pra ficar na cidade. Mas graças a algumas pessoas que ele chama de “anjos” conseguiu continuar seu percurso.

Uma dessas pessoas, Dona Zélia, proprietária de marcenaria, permitiu que ficasse em um quarto dos fundos do estabelecimento. Hoje ele lembra que precisava cobrir, durante o dia, o colchão que dormia, com plástico, e a noite, quando tirava o plástico, o colchão estava cheio de pó da serragem da madeira.

Enfrentando todas as dificuldades passou em Medicina na UFMT, Universidade Federal do Mato Grosso. Para se manter na faculdade, enquanto estudava, passou a vender roupas, semijoias e aferir, medir a pressão de pessoas, em postos de gasolina.

Durante a semana fazia as refeições no restaurante universitário. Na época o bandejão, refeição servida aos universitários, custava 25 centavos. Seu problema eram os finais de semana. O restaurante não funcionava e seus recursos não permitiam comer em outros locais. Conseguiu superar essa dificuldade com a ajuda de um outro anjo e amigo, Edilson Macedo, da JMD. Guarda até hoje grande gratidão pelo amigo.

Milton conseguiu se formar em Medicina. Seu principal objetivo é melhorar a vida das pessoas. É Otorrinolaringologista e se tornou referência nacional em Rinoplastia. Hoje é um dos médicos que mais operam nariz no estado do Mato Grosso.

Casou e teve três filhos: Vinicius, Isabela e Sofia. “Vini” é formado em Ciências Aeronáuticas. “Isa” está terminando Psicologia e Sofia está cursando Medicina. Todos bem encaminhados e responsáveis, o que enche o pai de orgulho. A única coisa que lamenta foi a necessidade de ter sido tão ausente, o que procura compensar nos dias de hoje aproveitando todas as oportunidades pra ficar junto da família.

Todas as dificuldades valeram a pena. Hoje colhe os frutos que plantou e procura sempre influenciar positivamente a vida das pessoas a seu redor, seja no consultório médico, com a família ou com os amigos. É casado com Talita Malheiros e está planejando com ela o primeiro filho. O xodó da casa é a cachorrinha Luna.

Um breve resumo do médico Milton Malheiros

  • Médico Otorrinolaringologista;

  • Mestrado em Medicina, área concentração Otorrinolaringologia pela USP; – Professor em algumas faculdades.

  • Professor de Fisiologia Humana na FASIPE. Professor de Otorrinolaringologia no curso de Ortodontia em Minas Gerais. Professor de Enfermagem da UFMT Sinop por um semestre. Professor na pós-graduação de Medicina Engenharia e Segurança do Trabalho na UNEMAT Sinop;

  • Idealizador e um dos diretores da Associação Floresta Urbana Sinop;

  • Palestrante em associações, entidades e escolas sobre qualidade de vida;

  • Palestrante sobre a importância da arborização urbana.

Pra acompanhar e conhecer um pouco mais de Milton Malheiros você pode seguir seu Instagram @drmiltonmalheiros_rino. Texto retirado do Filho de humildes trabalhadores rurais se torna médico conceituado no Brasil - TV Seja


13 visualizações0 comentário
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram

CRM/MT 2927  |  RQE 1283  |  Sinop / MT

Membro da Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial